“Não é assunto que nos diga respeito. Os jogadores da seleção espanhola são muito experientes, quase todos já ganharam o campeonato do mundo, campeonato da Europa, Liga dos campeões e os melhores campeonatos da Europa. Estão mais do que habituados a este tipo de situações, já passaram algumas vezes por elas. Não vai afetar a seleção espanhola”, garantiu.

Na terça-feira, os ‘merengues’ anunciaram a contratação, por três épocas, do selecionador Julen Lopetegui, que de 2014 a 2016 orientou o FC Porto, sem conquistar qualquer troféu, a três dias da estreia da ‘roja’ no Mundial, na sexta-feira frente a Portugal, em Sochi.

“Se Fernando Santos estivesse para sair isso sim seria problema nosso. Não sei se é problema. É uma questão da federação e da seleção espanhola, eles é que tem de estar preocupados. Nós só com o nosso trabalho para termos a nossa seleção na máxima força”, reforçou.

Apesar da insistência da comunicação social dos rivais ibéricos, o atleta do Manchester City considera que o rival continua “focado no seu objetivo”.

“O nosso [foco] não está nestas pequenas coisas, mas no nosso trabalho e fazer o melhor pela nossa seleção”, concluiu, garantindo que na comitiva lusa não se falou no tema, nem Cristiano Ronaldo, atleta do Real Madrid.

No Mundial, Portugal joga ainda com Marrocos a 20 de junho em Moscovo e com o Irão de Carlos Queiroz a 25 em Saransk.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.