O frente-a-frente, que decorreu na BTV, foi o primeiro desde outubro de 2000, quando o então presidente João Vale e Azevedo esgrimiu argumentos com o candidato Manuel Vilarinho, que viria a vencer as eleições de 31 de outubro desse ano.

Duas décadas depois, foi possível ver e ouvir um debate entre candidatos, que reforçaram as ideias que constam dos respetivos programas eleitorais e não se recusaram a alguns momentos mais ‘quentes’ durante as duas horas que durou o debate no canal do clube.

Se Rui Costa, atual presidente, acusou Francisco Benítez de ainda não ter revelado o nome das pessoas que vão desempenhar alguns cargos na estrutura do futebol ou das modalidades, o candidato pela lista B fez questão de ‘colar’ o adversário a Luís Filipe Vieira, lembrando que o antigo futebolista é dirigente do clube há 13 anos.

As eleições para os órgãos sociais do Benfica para o quadriénio 2021-2025 realizam-se no sábado, com Rui Costa e Francisco Benítez a disputarem a sucessão a Luís Filipe Vieira, que ocupou o cargo de presidente durante quase 18 anos, entre novembro de 2003 e julho deste ano.

Rui Costa, que vinha desempenhando o cargo de vice-presidente, assumiu a presidência do Benfica em julho, na sequência da demissão de Luís Filipe Vieira, que foi constituído arguido no âmbito da investigação ‘cartão vermelho’, por suspeita de vários crimes económico-financeiros.

Já Francisco Benítez, principal rosto do movimento ‘Servir o Benfica’, foi o primeiro a anunciar a candidatura à presidência dos ‘encarnados’, depois de nas eleições anteriores ter desistido para apoiar João Noronha Lopes, que acabou por ser derrotado por Vieira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.