As três candidaturas apresentavam incorreções, indicadas na sexta-feira por Jaime Marta Soares, que explicou poder receber as correções destas listas via email durante o fim de semana, ou, em caso presencial, no domingo, entre às 18:00 e 24:00.

Assim, e depois de Jaime Marta Soares apenas ter considerado na sexta-feira como elegíveis as candidaturas de Frederico Varandas e José Maria Ricciardi, a que se juntam hoje João Benedito, Madeira Rodrigues e Dias Ferreira, faltam correções às de Tavares Pereira e Rui Jorge Rego.

O presidente da MAG tinha explicado que as candidaturas tinham “irregularidades formais”.

Fora deste processo está a candidatura do ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho, cuja lista foi rejeitada pelo presidente da MAG na sexta-feira.

“A candidatura (…) viola os Estatutos do Sporting, o Regulamento da Assembleia Geral e o princípio da legalidade democrática, pois apresenta como candidatos três sócios que estavam suspensos dessa mesma qualidade (…)”, lê-se no documento a que a Lusa teve acesso, que enumera Bruno de Carvalho (candidato a presidente), Alexandra Godinho (candidata a vice-presidente) e José Trindade Barros (candidato a presidente da Mesa da Assembleia-Geral.

As eleições para os órgãos sociais do Sporting estão marcadas para 08 de setembro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.