"A Santa Clara Açores Futebol SAD e o ‘mister’ Carlos Pinto entenderam não renovar o vínculo contratual que ligava as duas partes", lê-se na página oficial do clube na rede social Facebook.

No mesmo comunicado, o clube aproveita para "agradecer" a Carlos Pinto e à restante equipa técnica pela "competência, profissionalismo e dedicação" ao longo do tempo que o treinador esteve ao serviço do clube açoriano, que assegurou a subida ao principal escalão graças ao segundo lugar na II Liga.

Carlos Pinto, de 45 anos, comandava o Santa Clara desde dezembro de 2016, quando substituiu Rui Amorim, naquela que foi a segunda passagem pelo clube depois de ter saído para orientar o Paços de Ferreira, da I Liga.

Antes da primeira experiência nos Açores, em 2015/16, o técnico passou por clubes como Tirsense, Tondela, Desportivo de Chaves e Freamunde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.