A decisão anunciada hoje vai ao encontro do pedido da UEFA, solicitado há quase duas semanas, junto das federações nacionais, para que “adotassem uma data de encerramento harmonizada da próxima janela de transferências”, propondo aquele dia de outubro como prazo máximo.

Contudo, na Alemanha serão dois os períodos de transferências, o primeiro de apenas de um dia, em 01 de julho, e o segundo, a 15 desse mês e até 05 de outubro, ao contrário das datas habituais, de 01 de julho a 31 de agosto.

A primeira janela de um dia é destinada a jogadores cujas transferências já tenham sido acordadas com uma data de início em 01 de julho, sendo que só vão poder atuar nos novos clubes na temporada de 2020/21.

Já a segunda será mais longa “para que os clubes possam ser flexíveis e fazer transferências pelo maior tempo possível, também a nível internacionalmente'', explicou a DFB, em comunicado.

Assim, o mercado será encerrado um dia antes do prazo limite para o registo de jogadores na Liga dos Campeões de 2020/21, fixado em 06 de outubro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.