“Descobri [domingo] à noite e confirmei na segunda-feira que testei positivo à covid-19. Em consequência, não estarei em Orlando para a retoma da época”, escreveu Jordan na sua conta na rede social Twitter.

O jogador, de 31 anos, tem uma média de 8,3 pontos e 10 ressaltos por jogo.

Já na segunda-feira, Spencer Dinwiddie também anunciou ter testado positivo, revelando à página Athletic ter sintomas como “febre e dor torácica”, mas, ao contrário do seu companheiro de equipa, não exclui a possibilidade de estar no regresso da NBA.

“É difícil saber se poderei jogar”, adiantou o jogador, de 27 anos, que respeitará uma quarentena de 14 dias e será, depois, reavaliado.

Além de Jordan e Dinwiddie, outros quatro jogadores dos Nets contraíram em meados de março o novo coronavírus, entre os quais Kevin Durant.

Na sexta-feira, a NBA informou existirem atualmente 16 de 302 jogadores da Liga com covid-19, em relação aos testes efetuados na última terça-feira, mas sem avançar com a identidade dos atletas.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 502 mil mortos e infetou mais de 10,20 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (126.123) e mais casos de infeção confirmados (mais de 2,58 milhões).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.