O Benfica emitiu um comunicado no site oficial do clube em que "repudia" e "lamenta o criminoso apedrejamento" à saída da A2.

Os encarnados dão conta que "por uma questão de precaução", Julian Weigl e Zivkovic, foram levados para o hospital para serem observados devido aos estilhaços.

O clube informa que está em colaboração com as autoridades para identificar os "delinquentes" responsáveis por estes "atos criminosos".

Recorde-se que o Benfica desperdiçou hoje a oportunidade de se isolar na liderança da I Liga de futebol, ao empatar 0-0 com o Tondela, em jogo da 25.ª jornada, que assinalou o regresso do campeonato após a pandemia de covid-19.

Leia o comunicado na íntegra:

O Sport Lisboa e Benfica repudia e lamenta o criminoso apedrejamento de que foi vítima o autocarro dos seus jogadores à saída da A2, quando se dirigia para o Centro de Estágios do Seixal, no final do jogo frente ao Tondela, realizado na noite de quinta-feira no Estádio da Luz.

Informamos que, por uma questão de precaução, os jogadores Julian Weigl e Zivkovic, de imediato, foram levados ao Hospital da Luz para serem observados, na sequência dos estilhaços que os atingiram.

O Sport Lisboa e Benfica garante a sua total colaboração com as autoridades, a quem apela para que seja feito o maior esforço, no sentido de identificar os delinquentes responsáveis por estes atos criminosos.

Lisboa, 5 de junho de 2020

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.