“Não veio treinar. Tentámos contactá-lo. Espero que não tenha acontecido nada sério com ele”, explicou aos jornalistas Peter Bozs.

Segundo o jornal Bild, terá chegado a Alemanha uma delegação do FC Barcelona, formada pelo diretor geral, Óscar Grau, e diretor desportivo, Raul Sanlleji.

O diário alemão escreve que o Borussia exige 150 milhões de euros para libertar o jogador, mas o ‘Barça’ considera o montante “excessivo”.

"Dembélé insiste em ir para o FC Barcelona e não gostou de saber ontem [quarta-feira] que os dois clubes não chegaram a acordo sobre o valor da transferência”, escreve o Bild.

Borussia de Dortmund diz ter rejeitado proposta do FC Barcelona por Dembelé

O Borussia de Dortmund anunciou hoje, num comunicado aos acionistas, ter rejeitado a proposta do FC Barcelona pelo futebolista francês Ousmane Dembelé, acrescentando não esperar “que o jogador seja transferido” para os catalães.

“Representantes do FC Barcelona apresentaram-nos uma oferta que não corresponde ao extraordinário rendimento e valor do jogador, e que não é de acordo com a situação económica do mercado europeu de contratações”, aponta o texto do clube.

O clube catalão procura preencher no plantel o espaço deixado vago pela saída do brasileiro Neymar, que se juntou ao Paris Saint-Germain por uma verba recorde de 222 milhões de euros (valor da cláusula de rescisão), com o francês de 20 anos, colega de Raphael Guerreiro, apontado a transferir-se para o clube de André Gomes e Nelson Semedo.

“Atualmente, não esperamos uma transferência do jogador para o FC Barcelona”, explicam os alemães, no mesmo documento.

Antes, o técnico Peter Bozs disse aos jornalistas que o avançado francês “não veio treinar” e está incontactável.

"Dembélé insiste em ir para o FC Barcelona e não gostou de saber ontem [quarta-feira] que os dois clubes não chegaram a acordo sobre o valor da transferência”, escreve o jornal alemão Bild.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.