A autora do projeto é a Dominika Cuda, diretora criativa e fotografa desportiva, que para além de combinar duas das suas paixões — fotografia e desporto —, quis ajudar os outros. Nas fotografias, segundo a própria, podemos encontrar as "histórias acerca da jornada dos heróis que viajaram no momento em que as fotos foram criadas. Estas mostram cicatrizes, traços, marcas de fraturas e partes não queimadas de fragmentos de corpo que resultam de muitas horas de treino".

Vários atletas do mundo inteiro despiram-se para a lente desta antiga atleta de biatlo, perto de Varsóvia, na Polónia. Os seus esculpidos corpos fazem parte de uma missão de caridade que se traduz numa agenda 2018 com mais de 300 páginas. Esta é a terceira edição do calendário.

Um grupo de 18 atletas que vão desde profissionais de basquetebol a boxers, de olímpicos a atletas de crossfit. A remadora Anna Wierzbowska, o tenista Dominik Kruzel, o guru do fitness britânico Jamie Alderton, o pugilista polaco Maciej Sulecki ou ex-olímpica Karina Lipiarska-Palka (arco) são alguns dos desportivas que se associaram à causa.

Existem duas versões: a masculina e a feminina. E o calendário desportivo não serve apenas ver as fotos e ver os dias, mas também para marcar a sua atividade física e as idas ao ginásio. Ao contrário do que possa parecer, segundo Dominika, para as mulheres que treinam, o calendário com imagens femininas relatam histórias de grande motivação. Mais: a versão feminina é a mais popular entre as mulheres. Sendo que se trata de um projeto dedicado às pessoas ativas, à parte do calendário, existem ainda várias tabelas e espaços por preencher que vão ajudaram a monitorizar os progressos dos treinos. Nas últimas páginas, estarão, também, alguns concelhos para ajudar em casos de necessidade dos primeiros socorros.

No entanto, há uma razão para que estes desportivas tenham sido convidados a despirem-se: sempre que alguém compra um calendário estará a ajudar a One Year Fund, uma associação que ajuda jovens atletas.

“Nós falamos com os melhores e mais promissores, ajudamos que se mantenham no percurso por eles definido e motivamo-los para que atinjam os seus objetivos”, revelou ao Daily Mail a fotógrafa responsável pelo calendário desportivo e CEO da One Year Fund, Dominika Cuda.

Cada calendário custa perto de 31€ e pode ser adquirido aqui. Todo o dinheiro angariado com o calendário, de acordo com a informação que está no site, é destinado à compra de “calçado, roupas e equipamento desportivo para jovens com menos de 18 anos”. Poderá conhecer melhor o projeto em www.sportcalendar.org.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.