Recente vencedor na Finlândia, a prova anterior, Tanak, terceiro do mundial, manteve a série ganhadora na estreia da prova germânica, no regresso do Mundial ao asfalto depois de quatro provas em terra.

Os 2,04 quilómetros foram cumpridos pelo estónio em 2.11,2 minutos, impondo-se por muito pouco a Sordo, que, em 2013, teve na Alemanha o seu único triunfo no mundial, enquanto o checo Jan Kopecky-Pavel (Skoda) foi terceiro, a seis décimos.

O líder do campeonato, o belga Thierry Neuville (Hyundai), foi apenas oitavo, a dois segundos do vencedor.

O cinco vezes campeão do mundo, o francês Sébastien Ogier (Ford), foi quarto a nove décimos de segundo.

Thierry Neuville lidera o mundial com 153 pontos, com 21 de avanço para Ogier e 46 para Tanak.

O Rali da Alemanha, nona das 13 provas do mundial, decorre ao longo de 325,76 quilómetros cronometrados, em estradas rurais estreitas, com muitas curvas e que permite poucos erros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.