As lusas deixaram uma excelente imagem na primeira parte, disputando o encontro taco a taco, contudo, na etapa complementar, tudo se desmoronou, depois de, nos primeiros minutos, desperdiçar a oportunidade de passar para a frente, no que seria o 18-17.

As portuguesas, que estiveram sempre atrás, excetuando aos 1-1 e 17-17, tiveram então um grande desacerto ofensivo, com somente um golo em 12 minutos (28-18), facto que as impediu de discutir o resultado, que terminaria com expressivos 10 golos de diferença.

Ao intervalo, Portugal perdia por 17-15, contudo, na etapa complementar, sofreu um parcial de 17-9, marcando menos seis golos e permitindo um triunfo tranquilo às favoritas magiares, concluindo a partida com 47% de eficácia ofensiva, contra os 71% das rivais.

Joana Resende, com cinco golos, e Patrícia Lima, com quatro, foram as melhores marcadoras portuguesas, enquanto Katrin Klujber, com nove tentos, foi a mais eficaz das anfitriãs.

Portugal recebe agora a Espanha, no domingo, em Paredes, num grupo que inclui ainda a Eslováquia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.