“Vamos correr sob a designação Alpine e com as três cores [da bandeira francesa, azul, branco e encarnado]”, revelou Luca de Meo, em conferência de imprensa, à margem do Grande Prémio de Itália de F1, que se realiza hoje no circuito de Monza.

O diretor executivo da Renault qualificou a mudança de nome de “uma alteração significativa” e confirmou que Cyril Abiteboul vai manter-se como chefe da equipa de F1, que tem como pilotos em 2020 o australiano Daniel Ricciardo e o francês Esteban Ocon.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.