Segundo o comunicado divulgado no site oficial da Liga de clubes, o jogador foi castigado pelas “declarações proferidas na superflash”, após o encontro da 33.ª jornada da última edição da I Liga portuguesa, disputado em 12 de maio, em Vila do Conde, e que terminou com o triunfo dos ‘encarnados’ (3-2).

Coentrão, que terminou contrato com o Rio e se encontra sem clube, foi ainda condenado a pagar uma multa de 1.910 euros.

Em causa estão as declarações do internacional português, que deixou críticas à atuação da equipa de arbitragem liderada por Hugo Miguel, questionando “por que razão os árbitros não têm coragem de fazer às equipas ditas pequenas o que fazem às grandes”.

“Se é falta, o árbitro tem de marcar falta. Assim torna-se ainda mais complicado. O nosso futebol está assim, infelizmente. Demonstrámos que somos uma boa equipa, lutámos contra quem for. Só tenho pena de não ter tirado pontos ao Benfica hoje", afirmou naquela ocasião.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.