Depois de vários dias com muitas críticas por diversos setores da sociedade, a RFEF pediu esta segunda-feira a demissão do presidente, Luis Rubiales. A decisão foi tomada após reunião com os presidentes de todas as federações regionais espanholas.

De acordo com um comunicado, publicado no site da Real Federação Espanhola de Futebol, "os últimos acontecimentos e comportamentos inaceitáveis danificaram com gravidade a imagem do futebol espanhol. Os presidentes solicitam [assim] a demissão de Luis Rubiales da presidência de forma imediata", pode ler-se.

A nota dá ainda conta que será feita uma "restruturação de todos os órgãos e cargos estratégicos da federação, para dar inicio a uma nova etapa de gestão do futebol espanhol".

A Comissão de Presidentes Regionais da RFEF manifestou ainda apoio ao presidente interino, Pedro Rocha, para que este "conduza esta nova etapa" baseada no "diálogo e na reconciliação com todas as instituições do futebol e coloca-se à disposição do CSDe de todas as instituições envolvidas na candidatura ao Mundial 2030".

O dia de hoje registou vários desenvolvimentos que envolvem a federação de futebol espanhola por causa do "beijo forçado" de Luis Rubiales à jogadora internacional de 33 anos, Jenni Hermoso.

O Ministério Público de Espanha abriu uma investigação ao presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales, e convidou a jogadora Jenni Hermoso, que diz ter sido beijada pelo dirigente sem consentimento, a apresentar queixa.

Também hoje, o porta-voz do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), disse haver um problema grave de "sexismo" no desporto.

"Há um problema crucial de sexismo que persiste no desporto e esperamos que as autoridades espanholas e o Governo espanhol tratem [este caso] de uma maneira que respeite os direitos de todas as atletas”, disse Stéphane Dujarric, na conferência de imprensa diária daquele organismo, ao ser questionado sobre o "beijo forçado" de Luis Rubiales, que está a despertar uma onda de indignação.

*com Lusa e AFP

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.