O piloto português terminou a 3,268 segundos do vencedor, o francês Jean-Eric Vergne (DS), que foi o sexto piloto diferente a ganhar uma prova esta temporada em igual número de provas disputadas.

O britânico Oliver Rowland (Nissan) foi o segundo, depois de um duelo intenso com Félix da Costa que quase terminava em colisão.

"Estou contente com o resultado, mostra a nossa ambição. Tínhamos o carro mais eficiente e foi pena não conseguir o segundo lugar mas o Rowland foi muito agressivo a defender a posição. Tive de pensar no campeonato e manter a cabeça no sítio", explicou o piloto português da BMW, que lidera agora o campeonato, com 62 pontos, mais três do que o belga Jerôme D'Ambrosio (Mahindra), que foi apenas sétimo.

Este foi o terceiro pódio da temporada para António Félix da Costa, depois da vitória na abertura, na Arábia Saudita, e do segundo lugar no México.

A corrida de hoje ficou marcada por diversos acidentes, que deixaram 11 pilotos fora de prova. O último, entre o suíço Sébastien Buémi (Nissan), o holandês Robin Frijns (Virgin) e o brasileiro Lucas di Grassi (Audi) terminou com a corrida uma volta mais cedo.

O campeonato segue, agora, para a Europa, com Roma a acolher a sétima jornada do campeonato, no dia 13 de abril.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.