"Em relação ao lance do golo anulado eu não tenho dúvidas, ele próprio, o árbitro, acabou de me pedir desculpas. Eu tive na cabine do árbitro, que dentro do campo me disse que ia ver as imagens e se visse [que tinha sido golo] que tinha razão, me vinha pedir desculpas. No final chamou-me, eu fui lá e pediu-me desculpa", revelou o técnico luso durante a conferência de imprensa após o jogo.

"É a segunda vez que num apuramento que me pedem desculpa depois de um jogo. Aliás, foi uma das coisas que ele me disse lá no campo: não havia tecnologia de linha de golo. Disse-me que era importante que houvesse, mas eu disse que a bola estava meio metro dentro da baliza", começou por explicar Fernando Santos.

"O jogador adversário está do lado contrário ao fiscal de linha. Não há nenhum obstáculo. Se houvesse podíamos dizer que ele não tinha visto. Mas [este lance] foi muito claro porque o jogador está do lado contrário e a bola está do lado do fiscal de linha, que devia de ter visto claramente [que a bola ultrapassou a linha de golo]", rematou.

A seleção portuguesa de futebol empatou hoje 2-2 com Sérvia, depois de chegar ao intervalo a vencer por 2-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A europeu de apuramento para o Mundial de 2022, em Belgrado.

Nestes jogos não existe VAR, mas na repetição do lance é possível ver que a bola ultrapassa na totalidade a linha de golo. Cristiano Ronaldo não escondeu a sua insatisfação, viu um cartão amarelo e atirou com a braçadeira ao chão. Pouco depois de ter terminar o encontro iria reagir nas redes sociais e esclarecer que  "há momentos difíceis de lidar, principalmente quando sentimos que está uma nação inteira a ser prejudicada".

Diogo Jota marcou os dois primeiros golos do encontro, aos 11 e 36 minutos, para um total de cinco na seleção ‘AA’, em 11 jogos, mas, na segunda parte, Aleksandar Mitrovic, aos 46, e Filip Kostic, aos 60, restabeleceram a igualdade.

Com este resultado, Sérvia e Portugal, que se tinham estreado na quarta-feira com triunfos, face a República da Irlanda (3-2) e Azerbaijão (1-0), respetivamente, repartem a liderança do agrupamento, com quatro pontos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.