Em comunicado após a primeira reunião ‘online’ da Comissão de F1, que hoje decorreu, a FIA revela ter "a intenção de preencher a posição [em branco do calendário, no dia 02 de maio] com uma corrida em Portugal", ressalvando, contudo, que "o acordo final ainda está sujeito ao contrato com o promotor".

Caso se confirme, será o 17.º GP de Portugal, segundo consecutivo, depois do regresso a território nacional em 2020 após 26 anos de ausência do Mundial.

Em 2020, a corrida, que teve lugar no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), que receberá a prova deste ano, foi ganha pelo britânico Lewis Hamilton (Mercedes), que assim se tornou no piloto com mais vitórias na história da modalidade, ultrapassando as 91 do alemão Michael Schumacher.

Hamilton viria a somar mais duas até final de um campeonato em que conquistou a sétima coroa mundial, tendo, atualmente, 94 triunfos.

Na reunião de hoje, a comissão de F1 decidiu ainda aumentar de 25 para 30 os dias de testes aos pneus, e congelar o desenvolvimento de novos motores entre o início de 2022 e 2025.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.