O surfista luso esteve hoje longe das prestações que chegou a ter durante a temporada e, apesar de ter ‘atacado’ 10 ondas, o seu melhor foi um 3,83, quwe somado ao 2,17 da sua melhor onda lhe deu um agregado de apenas 6,00.

A vitória na bateria foi para o norte-americano Kanoa Igarashi, com um total de 12,67 (6,67 e 6,00).

Esta derradeira etapa do circuito decide o campeão mundial, numa corrida entre John John Florence (Havai), Jordi Smith (África do Sul), Julian Wilson (Austrália) e Gabriel Medina (Brasil).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.