Soam os alarmes na ginástica olímpica. Em busca da sua quinta medalha de ouro, Simone Biles, a norte-americana considerada a melhor ginasta de sempre, foi retirada da equipa, a meio da prova final da ginástica artística.

Biles, de 24 anos, considerada uma das melhores ginastas de sempre, ausentou-se por momentos, acompanhada pelo médico da seleção dos Estados Unidos, regressando algum tempo depois para abraçar as colegas Grace McCallum, Sunisa Lee e Jordan Chiles.

Em comunicado, a equipa norte-americana de ginástica explica que a atleta saiu da competição por "motivos médicos". Jordan Chiles assumou a sua posição no resto da prova.

"Simone Biles retirou-se da competição final por equipas devido a problema médico. Ela será diariamente avaliada para determinar uma autorização médica para futuras provas. A pensar em ti, Simone!", lê-se numa publicação da USA Gymnastics no Twitter.

Antes, a imprensa norte-americana já havia avançado com as razões para o abandono. Biles pode ter-se lesionado no pé direito, possivelmente no seu salto de abertura, mas a NBC diz que uma questão emocional também poderá estar na origem da desistência.

A equipa norte-americana, cujo domínio da modalidade já tinha sido ameaçado pela Rússia, que se impôs na ronda de qualificação para a final de hoje, ficou em posição ainda mais fragilizada para defender em Tóquio a medalha de ouro conquistada há cinco anos, no Rio de Janeiro.

Recorde-se que Simone Biles está ainda na luta por medalhas nas provas individuais, que decorrem apenas na quinta-feira.

[Notícia atualizada às 13h39]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.