O remate em semi-vólei do jogador do Estugarda, da Alemanha, permitiu aos ‘blues’ igualar o resultado na segunda parte frente à Argentina de Lionel Messi, tendo vencido uma votação pública organizada pela FIFA no seu ‘site’ na internet.

O tento de Pavard foi eleito o melhor golo entre os 169 que foram marcados durante o Mundial da Rússia, ficando à frente do marcado pelo colombiano Juan Quintero ao Japão na fase de grupos, o segundo mais votado, e pelo croata Luka Modric, frente à Argentina, também na fase de grupos, terceiro a merecer a preferência dos internautas.

Este golo ajudou Pavard, de 22 anos, a tornar-se numa das revelações do Mundial e constituiu um momento de viragem na competição no percurso da França, que se tornou campeã mundial pela segunda vez na sua história, em 15 de julho, ao bater a Croácia na final por 4-2.

Entre os 18 golos escolhidos para a votação dos internautas constavam os de dois portugueses, Cristiano Ronaldo, autor do terceiro golo na estreia frente à Espanha, na execução de um livre direito, e Ricardo Quaresma, com uma trivela que abriu o marcador frente ao Irão, na terceira jornada do grupo B.

Os restantes golos candidatos a melhor do Mundial foram os de Nacho (Espanha, frente a Portugal), Philippe Coutinho (Brasil, frente à Suíça), Denis Cheryshev (Rússia, frente à Arábia Saudita), Dries Mertens (Bélgica, frente ao Panamá), Dzyuba (Rússia, frente ao Egito), Musa (Nigéria, frente à Islândia), Messi (Argentina, frente à Nigéria), Kroos (Alemanha, frente à Suécia), Lingard (Inglaterra, frente ao Panamá), Januzaj (Bélgica, frente a Inglaterra), Di Maria (Argentina, frente à França), Chadli (Bélgica, frente ao Japão) e Denis Cheryshev (Rússia, frente à Croácia).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.