O FC Barcelona entrou praticamente a ganhar, com um remate certeiro de Pedri aos dois minutos, mas a equipa anfitriã virou o resultado graças a uma parceria de sucesso, estabelecida entre o médio Sergi Darder e o avançado Raúl de Tomás.

Darder restabeleceu o empate ainda antes do intervalo, aos 40 minutos, correspondendo a uma assistência de Raúl de Tomás, e retribuiu a gentileza aos 64, permitindo ao antigo jogador do Benfica consumar a reviravolta no marcador.

Quando a derrota do ‘Barça’ parecia irreversível, surgiu o golo salvador de Luuk de Jong, que tinha substituído Pedri aos 89 minutos, numa altura em que as duas equipas estavam reduzidas a 10 jogadores, devido às expulsões de Nico Melamed, nos anfitriões, e Gerard Piqué, nos visitantes, aos 90+2.

O FC Barcelona termina a ronda no quarto lugar (o último de acesso à Liga dos Campeões), mas foi igualado pelo campeão Atlético de Madrid, quinto posicionado, que no sábado venceu com muita dificuldade na receção ao Getafe (4-3), enquanto o Espanyol manteve-se em 13.º.

Com quatro pontos de vantagem sobre Atlético de Madrid e Barcelona, o Betis consolidou hoje o terceiro lugar, beneficiando de um golo e uma assistência do português William Carvalho para bater o lanterna-vermelha Levante, por 4-2.

O médio, de 29 anos, estabeleceu o 3-0 aos 42 minutos, com um remate colocado à entrada da área adversária, após uma rápida jogada de contra-ataque dos visitantes, que já tinham marcado antes por Nabil Fekir, aos 14, após assistência de William Carvalho, e Edgar González, aos 29.

O Levante reduziu no fim da primeira parte e no início da segunda, por intermédio de Dani Gómez, que bateu o guarda-redes português Rui Silva aos 43 e 47 minutos, antes de Fekir também ‘bisar’, aos 49, num jogo em que os anfitriões terminaram com 10 jogadores, devido à expulsão de Roberto Soldado, aos 74.

William Carvalho estreou-se a marcar do campeonato espanhol, mas ‘faturou’ pelo segundo jogo seguido, uma vez que na quarta-feira tinha concretizado um dos tentos do triunfo sobre o Rayo Vallecano, por 2-1, para a Taça do Rei.

O Betis continua a sete pontos do segundo classificado, o rival Sevilha, vencedor na sexta-feira na receção ao Elche (2-0), mas reduziu para 11 o atraso para o líder Real Madrid, que no sábado empatou 0-0 no estádio do Villarreal, enquanto o Levante se mantém na última posição.

A Real Sociedad, sexta classificada, manteve-se firme na corrida pelos lugares de acesso às competições europeias, ao vencer por 2-0 na receção ao Granada, 16.º classificado, pelo qual os portugueses Luís Maximiano (guarda-redes) e Domingos Duarte (defesa) foram totalistas.

Outro português que esteve hoje em destaque no campeonato espanhol foi o avançado Gonçalo Guedes, autor de um golo insuficiente para o Valência evitar a derrota no estádio do Alavés, que teve no médio senegalês Loum, emprestado pelo FC Porto, um dos ‘artilheiros’ do triunfo por 2-1.

Gonçalo Guedes restabeleceu o empate aos 62 minutos, através de uma grande penalidade, a mesma forma ‘encontrada’ pelo Alavés para marcar o golo do triunfo, por Joselu, aos 76, depois de Loum ter aberto a contagem, aos 14.

Tal como Gonçalo Guedes, que marcou o nono golo esta época na prova, também o defesa português Thierry Correia foi titular na equipa visitante, que ocupa o 12.º posto, acabando por ser substituído pouco depois do segundo golo do Alavés, 18.º e antepenúltimo colocado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.