A segunda edição do Open de Inglaterra em snooker arranca amanhã, dia 16, em Barnsley, o primeiro torneio do “Home Nations Series”, competição pontuável para o ranking mundial.

Até ao final da semana, o atual bicampeão do mundo, Mark Selby, Ronnie O’Sullivan, Judd Trump, Neil Robertson, John Higgins, Ding Junhui e Liang Wenbo, campeão em título desta competição, estão entre as 128 estrelas presentes no torneio que decorre no Barnsley Metrodrome, facto que acontece pela primeira vez, e que terá transmissão no Eurosport.

O vencedor do Open de Inglaterra ganha, desde logo, vantagem na segunda edição desta minicompetição, que inclui ainda os Opens da Irlanda do Norte, Belfast (20 de novembro), da Escócia, Glasgow (11 de dezembro) e do País de Gales, Cardiff (26 de fevereiro de 2018). É que, para além dos prémios (70 mil libras para o vencedor, 78 mil euros) em cada uma das competições do “Home Nations Series”, há um prémio de 1 milhão de libras (1.1 milhão de euros), um recorde absoluto em termos de “prize money” na modalidade, para quem conseguir vencer os 4 torneios que se disputam no Reino Unido.

Na época passada, o bónus milionário não foi entregue, uma vez que os quatro Opens no Reino Unido tiveram todos um vencedor diferente.

[Foto: Liang Wenbo, vencedor do Open de Inglaterra 2016. Créditos: Jordan Mansfield/GettyImages]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.