Foi ao som de "Melhor de Mim", de Mariza, que Jorge Jesus começou a entrevista no programa que marca o regresso de Cristina Ferreira à estação de Queluz. Apresentadora e treinador cujos regressos, à TVI e ao Benfica, respetivamente, foram anunciados no mesmo dia.

Em "Dia de Cristina", Jesus falou sobre as primeiras semanas no Flamengo, no Brasil, clube com que conquistou, entre outros títulos, a Taça dos Libertadores, e na época na Arábia Saudita, aos comandos do Al Hilal.

"Sou diferente porque a minha forma de trabalhar é diferente", disse JJ sobre a ligação com os jogadores, com quem negou ter uma ligação paternal. "Não sou um paizão. Sou treinador de futebol", disse.

Questionado sobre a possibilidade de ser considerado "um traidor" em algum momento da sua carreira, JJ diz que não tinha a noção da forma como a sua uma transferência poderia ser encarada pelos adeptos do clube. Teve-a, pela primeira vez, assumiu, quando assinou pelo Sporting vindo do Benfica.

JJ assumiu ainda que a pandemia teve influência no seu regresso a Portugal, assim como o projeto que Luís Filipe Vieira (LFV), "o presidente que melhor me conhece e o presidente que melhor conheço", lhe apresentou.

"Achava que ficaria mais um ano no Brasil  e ele convenceu-me", revelou.

No entanto, quando assinou pelo Sporting, a amizade com o presidente sofreu com isso: "os primeiros seis meses foram complicados". "Chateámo-nos mas a nossa amizade e respeito era maior que a decisão, e isso voltou a aproximar-nos", contou.

Mas os elogios não foram apenas para LFV. "As condições de trabalho no Seixal e no Estádio da Luz são únicas, duvido que alguma equipa do mundo tenha a qualidade", disse.

Questionado sobre o que é que ainda lhe falta fazer, Jesus foi claro: "Falta-me ganhar uma Champions". "A ambição, neste momento, é consolidar uma equipa para chegar com o Benfica a finais na Europa", acrescentou.

Porém, assumiu o treinador: "Tenho a convicção que não vou acabar a minha carreira em Portugal". "Mas nos projetos desportivos não podes ter certezas absolutas", acrescentou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.