O presidente do Canelas 2010, Bruno Canastro, explicou naquela rede social que o jogador Marco Gonçalves não voltará a vestir a camisola do clube após o incidente registado com o árbitro José Teixeira no jogo de hoje diante o Rio Tinto.

Ainda no mesmo comunicado frisou que o clube condena "veemente a atitude irrefletida do seu atleta" e que não se "revê neste tipo de comportamentos".

O clube instiga ainda uma "rápida recuperação" ao árbitro e para esclarecer que o Canelas 2010 está disponível "para qualquer coisa de que necessite".

Bruno Canastro saiu ainda defesa do capitão Fernando Madureira, pois o jogador "tudo fez para evitar e saiu de imediato em defesa do árbitro e muito contribuiu para acalmar rapidamente, ânimos mais exaltados."

O Sport Rio Tinto-Canelas 2010, da 3ª jornada da fase de subida da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto, durou apenas alguns minutos e acabou por ser interrompido, depois de um jogador da equipa visitante ter agredido o árbitro.

José Rodrigues foi agredido com violência pelo jogador Marco, do Canelas 2010, depois de lhe ter mostrado o cartão vermelho devido a uma agressão a um adversário.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.