De acordo com a mesma fonte, os jogadores do Zimbabué recusaram treinar na quinta-feira e passaram grande parte do tempo nos seus quartos de hotel, tendo apenas saído para uma reunião com dirigentes da federação desse país, que acabou sem acordo.

Em comunicado, a federação do Zimbabué negou que exista qualquer problema e garantiu que o jogo frente ao Egito vai decorrer dentro da normalidade, mas, a AP assinala que o boicote é uma possibilidade, depois de ter falado com cinco jogadores e um membro da equipa técnica.

Os jogadores reclamam o pagamento dos prémios de qualificação e de participação na fase final da CAN2019, que ainda não terá sido pago, e os prémios dos jogos particulares que disputaram no último mês, de preparação para a competição.

A AP adianta ainda que alguns jogadores terão mesmo pedido dispensa da seleção do Zimbabué.

O jogo entre o Egito e o Zimbabué, o primeiro jogo da CAN2019, está agendado para as 21:00, no Cairo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.