"Este clube provou uma vez mais que é único. Disseram-me que eram quase quatro milhões nesta avenida… É um amor e uma paixão que contagia e eu já estou contagiado pelo Flamengo”, disse Jorge Jesus à CMTV no final do cortejo do Mengão que percorreu a avenida Presidente Vargas, no Rio de Janeiro.

O técnico português que este sábado se tornou apenas no segundo treinador europeu a vencer a Taça Libertadores, reconheceu que os deuses estiveram consigo, oferecendo-lhe a ponta de sorte no final do encontro que permitiu a reviravolta no marcador diante do River Plate, algo que não aconteceu nas finais europeias ao serviço do SL Benfica em que saiu derrotado.

“É semelhante a um grande desfile de carnaval". Veja as imagens da festa do Flamengo no Rio de Janeiro
“É semelhante a um grande desfile de carnaval". Veja as imagens da festa do Flamengo no Rio de Janeiro
Ver artigo

"Eles aqui não têm conhecimento do futebol europeu e de Portugal, achavam que era só mais um, mas eu não sou mais um. Provei que não era só mais um. [...] A dobradinha era um sonho que trazia na cabeça, é o melhor momento da minha carreira. Tenho um grande orgulho em ser português e isto é para os portugueses”, disse.

Assumindo que prefere ser campeão na quarta-feira, em casa, no Maracanã, Jesus afirmou que esta é uma altura para desfrutar da conquista "que é como a Champions na Europa" e que só depois pensará como a equipa vai lutar contra as consequências destes dias.

Sobre o futuro, a pergunta com que mais vezes é confrontado, o treinador português disse que a porta de Portugal "está cada vez mais fechada", assumindo que o seu grande objetivo é treinar um grande clube europeu e que irá lutar por isso.

O técnico do Flamengo dançou e cantou hoje com milhares de pessoas no centro do Rio de Janeiro, para comemorar a conquista da equipa brasileira da Taça Libertadores de futebol.

Aclamado pelos 'flamenguistas', que chamam o técnico português de 'mister', Jesus estava visivelmente emocionado e teve seu nome gritado em diversos momentos pelos adeptos da equipa mais popular do Brasil.

O Flamengo voltou no sábado a conquistar a Taça Libertadores 38 anos depois, num encontro decidido com dois golos do ex-benfiquista Gabriel Barbosa, aos 89 e 90+2 minutos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.