Uma vitória do judoca de 30 anos no combate (73kg) com Mohamed Abdalrasool, na segunda-feira, determinaria o confronto com Butbul, isento da primeira ronda.

Fethi Nourine explicou à televisão argelina que, como apoiante da causa palestiniana, o combate está fora de questão.

"Trabalhámos muito para chegar aos Jogos Olímpicos, mas esta situação foi um choque", declarou Nourine na véspera da cerimónia de abertura, garantindo que esta posição é definitiva e que não está disposto “a sujar as mãos”.

"Não fomos felizes com o sorteio. Este adversário de Israel obrigou Nourine a afastar-se. Foi a decisão correta”, disse o treinador do judoca, citado pela Reuters, Amar Ben Yaklif, aos media argelinos.

Uma situação semelhante já tinha ocorrido no Campeonato do Mundo de Judo, uma vez que Fethi desistiu da competição para evitar lutar contra Tohar Butbul em 2019.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.