O anúncio da prorrogação do contrato — o anterior era válido até 2024 – acontece um dia depois de o Liverpool ter superado em casa os espanhóis do Villarreal (2-0), na primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões.

Os assistentes Pepijn Lijnders e Peter Krawietz também prolongaram a ligação ao emblema de Liverpool, reafirmando, ao lado de Klopp, a dedicação ao projeto, que começou com a nomeação do alemão em outubro de 2015.

“Este [contrato] é diferente, por causa do tempo que estamos juntos. Eu tive que me perguntar: é certo para o Liverpool que eu fique mais tempo? Juntamente com meus dois assistentes, Pep Lijnders e Pete Krawietz, chegámos à conclusão de que era um ‘Sim!'”, revelou o técnico, em declarações reproduzidas pelo sítio oficial do ‘reds’ na Internet.

Depois, Klopp, de 54 anos, não escondeu a alegria e justificou o porquê de permanecer em Anfield Road.

“Há tantas palavras que eu poderia usar para descrever como me estou a sentir com esta notícia… encantado, abençoado, privilegiado e animado seria um começo. Há tanto para amar neste lugar e eu já sabia antes de vir para cá, mas, depois de conhecer ainda melhor, sei mais do que nunca”, manifestou.

Na presente temporada, o Liverpool pode juntar o título da Taça da Liga inglesa às conquistas da ‘Premier League’, da Taça de Inglaterra e da Liga dos Campeões. A nível indvidual, conquistou o prémio ‘The Best’ em 2019 e 2020, atribuído pela FIFA.

Desde que ingressou no emblema de Merseyside, o germânico foi o grande obreiro das conquistas da Liga dos Campeões, em 2018/19, e da Liga inglesa, na época seguinte.

Klopp, que antes de ingressar no clube no qual atua o luso Diogo Jota, treinou os alemães do Mainz e Borussia Dortmund.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.