No jogo até agora com mais público em Inglaterra desde o início da pandemia de covid-19, o médio belga Youri Tielemans entrou para a história do Leicester, ao fazer o único golo da partida, aos 63 minutos, e que deu a única FA Cup da história dos ‘foxes’.

O Leicester, que teve o internacional português Ricardo Pereira como suplente não utilizado, já tinha marcado quatro vezes presença na final na prova mais antiga do mundo, a última há mais de meio século, em 1968/69.

Nos minutos finais, o Chelsea ainda festejou o que seria o golo da igualdade, num lance infeliz do jamaicano Wes Morgan, que colocou a bola dentro da sua baliza, mas o videoárbitro acabou por invalidar lance, por fora de jogo de Chilwell durante a jogada.

A equipa londrina, finalista da Liga dos Campeões, que vai ser disputada no Porto, procurava a sua nona Taça de Inglaterra e pela segunda temporada consecutiva foi derrotada na final, depois de em 2019/20 ter caído perante o Arsenal (2-1).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.