No final do jogo no estádio dos Barreiros, diante do Marítimo, que terminou 2-0, a favor da equipa da casa, Luís Filipe Vieira dirigiu-se à sala de conferências de imprensa para anunciar que Bruno Lage colocou o seu lugar à disposição. Agora, o SAPO24 sabe que o presidente do clube encarnado já aceitou esse mesmo pedido e que o técnico português vai mesmo deixar de ser treinador do SL Benfica.

Bruno Lage que na conferência de imprensa antes do jogo com a formação madeirense disse não se sentir um treinador a prazo nos encarnados, assumindo que iria estar no banco das águias a disputar o final do campeonato e a Taça de Portugal, confessou ao dirigente encarnado, no final do encontro desta segunda-feira que pode ter significado o adeus do Benfica na disputa pelo título de campeão português, que "parece que toda a gente quer que eu me vá embora".

O técnico que na temporada passada sucedeu a Rui Vitória no comando das águias, conseguindo recuperar sete pontos de desvantagem ao FC Porto e sagrar-se campeão nacional, enfrentava uma série negativa de resultados, tendo nos últimos 13 jogos vencido apenas dois jogos, sido eliminado da Liga Europa e comprometendo a revalidação do campeonato.

No total, Bruno Lage, que tinha contrato com o Benfica até ao dia 30 de junho de 2023, somou 51 vitórias, 12 empates e 13 derrotas (181-76 em golos), em 76 jogos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.