A equipa de Pep Guardiola tem os mesmos pontos do Liverpool, que no sábado tinha vencido na receção ao Bournemouth (3-0), mas tem mais um jogo disputado do que os ‘reds’. O Chelsea sai de Manchester goleado e fora dos lugares de ‘Champions’.

A jogar em casa, o favoritismo estava do lado do campeão, mas a diferença no marcador era pouco expectável, mas foi um jogo de sentido único, em que os londrinos foram ‘esmagados’ e que ao intervalo já perdiam por 4-0.

Bernardo Silva jogou os 90 minutos na equipa de Manchester, tendo o festival de golos começado cedo: Sterling abriu o marcador aos quatro minutos, seguindo-se um ‘bis’ de Aguero, aos 15 e 19, e o 4-0 por Gundongan, aos 25.

O jogo estava resolvido ainda antes da meia hora, mas a segunda parte até trouxe um City ainda mais dominador na posse de bola e com oportunidades, novamente concretizadas aos 56, novamente Aguero, mas de penálti, e Sterling, aos 80.

É preciso recuar até abril de 1991 para ver um resultado tão pesado para o Chelsea, quando os ‘blues’ perderam fora por 7-0 com o Nottingham Forest, emblema atualmente no segundo escalão, o ‘Championship’.

O desaire, o quarto consecutivo fora de casa e terceiro na liga da equipa do italiano Maurizio Sarri, atira o Chelsea para o sexto lugar na ‘Premier’ após 26 jornadas, com o Manchester United a chegar ao quarto, última posição de acesso à Liga dos Campeões.

Na frente seguem Manchester City e Liverpool, os grandes candidatos ao título, seguidos de Tottenham, a cinco pontos, e que hoje venceu em casa o Leicester (3-1), com golos de Sanchez (33), Eriksen (63) e Son (90+1), enquanto Vardy marcou para os ‘foxes’ (76).

O avançado tinha entrado para marcar uma grande penalidade para o Leicester, aos 60 minutos e quando o resultado estava 1-0, mas falhou, acabando por fazer o 2-1 já aos 76 minutos, assistido pelo português Ricardo Pereira.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.