Na quinta-feira, o ‘Barça’ avançou com a saída de Messi do clube, divulgando que, “por razões económicas e estruturais”, não era possível inscrever o jogador na Liga espanhola, já que o clube não conseguiria cumprir o ‘fair play’ financeiro.

Um dia depois, foi a vez de o presidente do clube, Joan Laporta, explicar que renovar com Messi seria “colocar em risco” o futuro do clube catalão, que, disse, estar “acima de qualquer jogador, inclusive do melhor do mundo”.

Messi saiu do Barcelona. E agora, para onde vai? Estas são algumas hipóteses
Messi saiu do Barcelona. E agora, para onde vai? Estas são algumas hipóteses
Ver artigo

Por seu lado, Messi ainda não falou, numa altura em que a imprensa o coloca perto de assinar um contrato de um mínimo de dois anos com os franceses do Paris Saint-Germain.

O argentino, que venceu seis vezes a Bola de Ouro e outras tantas a Bota de Ouro, pode mudar pela primeira vez de clube, aos 34 anos, e depois de 672 golos, 778 jogos e 34 títulos na equipa principal dos catalães.

Messi, que chegou ao 'Barça' quando tinha 13 anos, estreou-se pela equipa principal em 2004/05 e, em 17 épocas, arrebatou, entre outros troféus, quatro Liga dos Campeões e 10 ligas espanholas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.