“Praticamente toda uma carreira juntos, Kun… Vivemos momentos muito lindos e outros que não foram tanto, mas todos eles nos fizeram unirmo-nos cada vez mais e sermos mais amigos. E vamos continuar a vivê-los fora do campo”, escreveu Messi.

Numa mensagem na rede social Instagram, Messi lembrou “a grande alegria de levantar a Copa América há tão pouco tempo”, pela seleção argentina, realçando os feitos conseguidos por Aguero em Inglaterra, no Manchester City.

“Dói muito ver como tiveste de deixar de fazer o que mais gostas, por culpa do que se passou. Certamente, vais continuar a ser feliz”, disse Messi, acrescentando: “Vou sentir muita falta de estar contigo dentro do campo e de nos juntarmos na seleção”.

O avançado internacional argentino anunciou hoje o fim da carreira de futebolista profissional, aos 33 anos, devido a uma arritmia cardíaca.

“Esta conferência de imprensa foi convocada para informar que decidi deixar o futebol profissional. Os médicos disseram-me que a melhor decisão a tomar é deixar de jogar”, disse Sergio Aguero, visivelmente emocionado.

O anúncio foi feito durante um evento realizado na tribuna de Camp Nou, com a presença, entre outros, do presidente do FC Barcelona, Joan Laporta, dos jogadores da primeira equipa catalã e Pep Guardiola, treinador do Manchester City, clube em que Aguero jogou durante 10 anos (2011 a 2021).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.