Oliveira ainda conseguiu melhorar 828 milésimos de segundo entre os treinos da manhã e da tarde, que se disputaram no circuito de Le Mans, mas manteve o 20.º posto da tabela de tempos, tal como na sessão matinal.

“Melhorámos muito a mota à tarde e fui bastante mais rápido. Com a diferença para o primeiro sendo tão pouca, é difícil perceber se foi um dia positivo ou não”, explicou o almadense.

A melhor da KTM foi a do espanhol Pol Espargaró, da equipa de fábrica, que terminou no sétimo lugar, a 495 milésimos de segundo de Viñales.

O francês Johann Zarco, também da equipa de fábrica da KTM, foi 17.º classificado, quase um segundo mais rápido do que o português da equipa Tech3, que bateu o malaio Hafizh Syahrin, colega de equipa na formação gaulesa.

“Sinto-me cada vez melhor, mas não é uma pista fácil. O objetivo é continuar a melhorar e ser mais rápido no sábado”, concluiu Miguel Oliveira.

O Grande Prémio de França de MotoGP é a quinta prova do Campeonato do Mundo de motociclismo de velocidade, no qual Miguel Oliveira ocupa o 17.º lugar, com sete pontos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.