De acordo com a KTM, Miguel Oliveira vai permanecer na Tech3 em 2020, tal como era a sua vontade, anunciada em declarações à agência Lusa na quinta-feira, no lançamento da quarta prova da temporada, em Espanha.

"Estamos extremamente felizes por anunciar que ativámos a nossa opção de renovação com o Miguel porque ele demonstrou nas primeiras corridas que é, de facto, bom para nós e, por isso, não há razão para esperar mais", explicou o patrão do departamento de competição da marca austríaca, o alemão Pit Beirer.

"Estamos satisfeitos por poder contar com um piloto com o potencial que ele demonstra por mais um ano", acrescentou.
Miguel Oliveira é o primeiro piloto a ver o seu futuro definido para a próxima temporada, o que para o francês Hervé Poncharal, dono da equipa Tech3 que faz alinhar o português no Mundial de MotoGP, "dá mais estabilidade ao piloto".

Miguel Oliveira estreou-se na classe rainha do Mundial de velocidade, a MotoGP, em 2019, depois de oito anos nas categorias inferiores, em que foi vice-campeão de Moto3 (2015) e de Moto2 (2018).

Atualmente, ocupa a 16.ª posição da classificação, com sete pontos, após três corridas disputadas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.