O avançado do Liverpool, de 25 anos, bateu o senegalês Sadio Mané, seu companheiro nos 'reds', segundo, e o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang (Borussia Dortmund), terceiro.

Desde que Mahmoud al Khatib venceu o galardão em 1983 que a Bola de Ouro africana não era atribuída a um egípcio.

O avançado já tinha sido eleito na segunda-feira o melhor futebolista árabe de 2017, pela União Árabe da imprensa desportiva (UAPS).

O jogador sucede ao argelino Riyad Mahrez, do Leicester, numa altura em que segue no segundo lugar da lista dos melhores marcadores da liga inglesa com 17 golos, a um de Harry Kane (Tottenham).

Salah destacou-se ao serviço dos ‘reds’ e também da seleção do Egito, sendo importante na qualificação do seu país para a fase final do Mundial de 2018, que se realiza de 14 de junho a 15 de julho, na Rússia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.