Lewandowski, de 34 anos, reforçou a oposição à invasão russa da Ucrânia, depois de receber uma braçadeira com as cores da bandeira do país (azul e amarelo), que lhe foi entregue pelo ex-futebolista Andriy Shevchenko, melhor jogador ucraniano de sempre e vencedor da Bola de Ouro em 2004.

“Obrigado Andriy [Shevchenko]. Foi um prazer conhecer-te. Será uma honra envergar esta braçadeira de capitão com as cores da Ucrânia durante o Campeonato do Mundo”, escreveu Lewandowski na conta oficial na rede social Instagram.

A Polónia, que integra o Grupo C do Mundial2022, em conjunto com Argentina, México e Arábia Saudita, deveria ter defrontado a Rússia nas meias-finais do ‘play-off’ europeu de qualificação, mas a Rússia foi suspensa devido à invasão da Ucrânia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.