Depois de não terem sido eficazes no tempo regulamentar, os napolitanos não falharam na ‘lotaria’, ao contrário da formação de Turim, que desperdiçou os dois primeiros, por Dybala (defesa do guarda-redes Meret) e o ex-portista Danilo (por cima).

O Nápoles, que igualou os seis troféus da Fiorentina, no quinto lugar do ‘ranking’, liderado pela Juventus, com 13, já tinha arrebatado a ‘coppa’ em 1961/62, 75/76, 86/87, 2011/12, também numa final com a equipa de Turim (2-0), e 2013/14.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.