James Harden marcou 33 dos 48 pontos na primeira parte – 23 no segundo período – e ajudou os Rockets a tornarem-se na primeira equipa a marcar 90 ou mais pontos até ao intervalo desde 1991, marca também conseguida na altura pelo conjunto de Houston.

“Pensei que havia alguma coisa errada com o marcador [ao intervalo]”, disse Harden, que marcou os 37 lançamentos livres que dispôs nos últimos dois jogos, o que é um recorde da NBA.

Os Rockets, que terminaram a primeira parte com 61 por cento de acerto nos lançamentos de campo, a segunda melhor marca da história da NBA, ficaram a apenas 14 pontos da sua melhor pontuação de sempre.

Os Houston Rockets lideram a Conferência Oeste, com 12 vitórias e quatro derrotas, enquanto os Phoenix Suns ocupam o 13.º lugar, com cinco triunfos em 16 encontros.

Depois de terem começado a época com duas derrotas, os Boston Celtics somaram o 14.º triunfo consecutivo, ao baterem em casa os campeões Golden State Warriors, por 92-88.

Jaylen Brown foi o melhor marcador, com 22 pontos, da equipa de Boston, cujo cinco inicial atingiu todo os dois dígitos na pontuação – Al Horford (18), Kyrie Irving (16), Jayson Tatum (12) e Marcus Morris (12).

Os Warriors, que vinham de sete triunfos consecutivos, tiveram em Kevin Durant (24 pontos) o seu jogador mais efetivo, com Stephen Curry a marcar apenas nove pontos.

Com este triunfo, os Celtics mantêm a liderança no Este e o melhor registo da NBA, com 14 vitórias e duas derrotas, enquanto os Warriors são segundos no Oeste, com 11 triunfos em 15 jogos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.