"A raça, crer, determinação, convicção têm de estar presentes em todos os momentos competitivos. Vai ser um jogo exigente, contra uma equipa que se vai bater de forma determinada e da qual gosto particularmente, pela forma como se entrega ao jogo. Temos de colocar as nossas valências em campo", afirmou Rui Vitória, em conferência de imprensa.

O técnico, que fazia a antevisão da partida da 27.ª jornada, desvalorizou o possível mau estado do relvado do estádio Marcolino de Castro e frisou que os 'encarnados' sabem adaptar-se às circunstâncias.

"Não gosto de falar de 'ses'. Nós somos animais de competição, adaptamo-nos às circunstâncias. Amanhã [sábado], em função do que o jogo ditar, estaremos preparados para a competição. Essas questões climatéricas podem acontecer em qualquer campo", referiu.

Rui Vitória assegurou ainda que a derrota do FC Porto em Paços de Ferreira, na ronda anterior, e que deixou o Benfica a dois pontos da liderança, não tem qualquer influência na forma como as 'águias' se vão apresentar em Santa Maria da Feira.

"Não é por os outros perderem que vamos alterar a nossa forma de estar. Os meus jogadores aparecerão com a mesma tranquilidade e segurança, e nem havia razão para outra abordagem. Sempre disse e vou continuar a dizer que o nosso grande foco somos nós. O que nos guia é o nosso trabalho e não os resultados dos outros", sublinhou.

A primeira chamada de Rúben Dias à seleção nacional A, que este mês vai disputar dois encontros de preparação para o Mundial2018, com Egito e Holanda, mereceu elogios por parte do treinador benfiquista. Rui Vitória acredita que o jovem central, de 20 anos, "virá ainda melhor", depois de trabalhar com os eleitos de Fernando Santos.

"Uma chamada à seleção vai acelerar aquela cabeça, pernas e o organismo todo. É um jovem que cresceu no Benfica e que, de repente, está na seleção nacional. Os últimos centrais do Benfica chamados à seleção foram, se calhar, o Paulo Madeira e o Hélder Cristóvão, há muito tempo. Estou convencidíssimo que o Rúben vai trabalhar ao pé dos bons e, portanto, ainda virá melhor. Não acredito que venha mais cansado. Virá, sim, motivado", disse.

Por outro lado, Vitória mostrou-se, "de certa maneira", admirado pela ausência de Jonas da convocatória do Brasil, embora tenha ressalvado que "a vida dos selecionadores é difícil", ainda mais quando se trata de um país "com 200 milhões de pessoas".

Benfica, segundo classificado com 65 pontos, e Feirense, 16.º e antepenúltimo com 23, jogam no sábado, a partir das 18:15, no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.