"Não acreditava, foi incrível. Além disso nem vi nada, porque estava de costas. Foi bonito, sobretudo ver os meus companheiros a correr para abraçar-me". É assim que o guarda-redes Alberto Brignoli descreve o momento do golo que marcou contra AC Milan, e que valeu ao Benevento o primeiro ponto na Serie A (liga italiana) em 14 jogos.

Este foi, assim, o primeiro ponto da equipa, que estava a atravessar o pior arranque de sempre do campeonato italiano. Ainda assim, o jogador acrescenta, numa entrevista à Marca: "mais até do que o golo, foi muito emocionante ver a felicidade nos olhos dos meus companheiros".

O guarda-redes conta que subiu à área não por sugestão do treinador mas sim dos colegas do banco: "disseram-me para subir, já que era a última jogada da partida".

O que é certo é que foi o guarda-redes a forma de chegar ao golo da euforia, que se fez sentir de todas as frentes: "Não sei quantas mensagens recebi. É algo maior do que o futebol. O carinho das pessoas, dos meus companheiros, amigos, da minha família". Também muita gente - nomeadamente nas redes sociais - em tom jocoso comparava Brignoli a Cristiano Ronaldo, pelo facto de Ronaldo ter marcado 2 golos em 10 jogos e o Brignoli ter marcado 1 golo em 8 jogos.

A brincar, o jogador responde: “O Real Madrid deveria contratar-me para o lugar do Cristiano Ronaldo”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.