O 'namoro' já durava desde a temporada passada, quando Marco Silva estava à frente dos destinos do Watford. Aliás, foi esse um dos motivos que, somado a uma baixa de rendimento da equipa, levou ao despedimento do técnico português do banco dos hornets.

Agora, findada a época e depois de Sam Allardyce ter deixado o comando técnico do Everton, o 'namoro' deu-se e o português é oficialmente o novo treinador do Everton.

Em declarações ao site do clube inglês, Marco Silva diz-se "orgulhoso por ser o novo treinador do Everton", assumindo estar "excitado e feliz para enfrentar este grande desafio".

"Eu conheço a grande história do Everton e sei o que é que os adeptos esperam. Tenho a certeza de que com todos a trabalhar em conjuntos estaremos preparados para este desafio", disse o português.

"O Everton é um clube muito ambicioso e isso é o que eu quero. O estamos agora a ver são boas mudanças no clube. O clube está a mudar a sua abordagem. Mas uma coisa que não podemos mudar e ninguém quer mudar é a grande história e ambição do clube"

O antigo técnico do Sporting e Estoril-Praia espera conseguir que os "adeptos se sintam orgulhosos quando virem a sua equipa no campo". "Eu quero que eles sintam que estamos mesmo comprometidos, que estamos a trabalhar no duro e desfrutar do nosso futebol, porque isso também é importante".

"Toda a gente conhece a história do Everton. Quando estamos num clube como o Everton, só temos uma solução: esperar vencer: No futebol é impossível vencer todos os jogos, mas temos de fazer tudo para mostrar em cada jogo que temos ambição. Isso é o que eu quero e tenho a certeza de que é o que vamos mostrar todas as semanas", disse o técnico.

Marcel Brands, diretor de futebol do clube de Liverpool classificou Marco Silva como um treinador "jovem" que já acumulou experiência ao trabalhar em clubes de topo, ao mesmo tempo que, também, foi ganhando experiência na Premier League.

"Uma das coisas mais importantes é que ele é um homem que quer jogar um futebol de ataque e atrativo ao mesmo tempo que também quer trabalhar com a estrutura que temos aqui no Everton", disse Brands acrescentando que Silva "já provou que quer trabalhar com jogador jovens, fazer deles melhores" atletas.

Na mesma linha, Farhad Moshiri, acionista majoritário do clube, diz que Marco Silva é um treinador “moderno” cuja dedicação a este trabalho irá ajudar o Everton a avançar e a alcançar o que a direção pretende para este clube.

Os ingleses lembram não só a Taça conquistada pelo Sporting e a liga grega no Olympiacos, mas igualmente o futebol “ambicioso” no Hull City, quando chegou à Liga inglesa em janeiro de 2017.

Marco Silva, que assinou um contrato por três temporadas com o Everton, parte assim para a sua terceira aventura na Premier League, após ter comandado o Hull City e o Watford.

Com Marco Silva chegam também à cidade de Liverpool o seu treinador adjunto João Pedro, o treinador de guarda-redes Hugo Oliveira, o membro do 'scout' Antonis Lemonakis e o preparador físico Pedro Conceição.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.