Com o terceiro lugar na Alemanha, o francês Sebastien Ogier, tetracampeão mundial, recuperou a liderança isolada no Mundial, capitalizando o abandono, no sábado, por problemas mecânicos, do belga Thierry Neuville (Hyundai).

No sábado, Neuville abandonou durante a primeira especial, ainda de manhã, devido à roda traseira esquerda, que sofreu problemas mecânicos e impediu o seu Hyundai de continuar em prova.

No final da etapa de sábado, tinha confessado Ogier não querer tentar subir ao segundo posto por não pretender “tomar quaisquer riscos só por mais três pontos”.

A três etapas do final do Mundial, Ogier conta agora com 17 pontos de vantagem sobre Neuville, depois de ambos terem começado este rali com 160 pontos.

O norueguês Andreas Mikkelsen (Citroën C3) ocupou o segundo lugar do pódio na Alemanha.

O Mundial de ralis vai cumprir agora uma paragem e volta às estradas em 06 de outubro, com o Rali da Catalunha.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.