Vitor Roque, aos 36 minutos, e Vitor Bueno, aos 58, na conversão de uma grande penalidade, marcaram os golos da formação comandada por Luiz Felipe Scolari, que, tal como Abel Ferreira, poupou a maioria dos jogadores habitualmente titulares para os jogos da Taça Libertadores.

Com este triunfo, o quinto consecutivo, o Athletico Paranaense subiu ao segundo lugar, com os mesmos 27 pontos do Atlético Mineiro, campeão em título, que foi vencer ao terreno do Juventude, por 2-1.

Athletico Paranaense e Atlético Mineiro ultrapassaram o Corinthians, de Vitor Pereira, que foi goleado no terreno do Fluminense, por 4-0, e ‘caiu’ para o quarto lugar, com 26.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.