Na segunda jornada da competição, Mamona superou toda a concorrência, e praticamente no primeiro salto, quando atingiu a marca de 13,98, garantindo, depois, um triunfo final folgado sobre as mais diretas adversárias: Shaina Mags, do Benfica, e Juliana Brites, da Juventude Vidigalense.

A atleta do Sporting, atingiu a marca de 14,19 metros no seu terceiro salto, igualando a distância conseguida, ainda esta semana, no ‘meeting’ de Sotteville-les-Rouen, em França.

“Comecei bem, com um salto que praticamente me garantiu a vitória. Depois, tentei competir mais pessoalmente, para conseguir uma boa marca, a melhor do ano se fosse possível. Igualei-a, mas o objetivo era os 14,20. Ainda assim, senti confiança para estar bem nos Europeus”, disse a ‘leoa’.

Precisamente sobre a sua presença no Campeonato da Europa de Atletismo, que acontece no próximo mês, em Berlim, na Alemanha, Patrícia Mamona acredita que se apresentará em competição “nas melhores condições”.

“Tive pouco tempo para treinar, mas tenho recuperado muito bem. Tenho conseguido estar estável, acima dos 14 metros, e mesmo sabendo que as duas semanas antes do Europeu vão ser muito difíceis, sinto que estou mais perto do objetivo de estar no campeonato nas melhores condições e com forças lutar pelo título”, prometeu a detentora do título europeu do triplo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.