O primeiro golo do encontro relativo à 30.ª jornada surgiu aos 73 minutos, com o ex-benfiquista Raúl Jiménez a marcar de cabeça após excelente cruzamento de Adama Traoré, que tinha sido lançado no jogo aos 64 minutos por Nuno Espírito Santo.

Também o extremo luso Pedro Neto entrou na mesma altura, para o lugar de Diogo Jota, e as substituições do técnico português revelaram-se certeiras, já que foi Neto a marcar um grande golo aos 84 minutos, num remate de primeira indefensável.

No regresso à competição dos ‘wolves', após a paragem provocada pela pandemia de covid-19, a equipa mais portuguesa da Premier League contou, como é habitual, com o guarda-redes Rui Patrício, e ainda com os médios Rúben Neves e João Moutinho e com o avançado Diogo Jota no onze titular. Pedro Neto e Rúben Vinagre, que começaram a partida no banco, também foram utilizados por Espírito Santo.

Com a vitória, o Wolverhampton ultrapassou provisoriamente o Sheffield United (tem menos um jogo) e está no sexto lugar da liga inglesa, com 46 pontos, os mesmos do Manchester United, de Bruno Fernandes, que ontem empatou na deslocação ao terreno do Tottenham, de José Mourinho.

O Manchester United ocupa o quinto posto, o último que dá acesso às competições europeias da próxima época, e o Chelsea, que está na quarta posição (que atribui vaga para Liga dos Campeões), tem apenas mais dois pontos.

Já o Arsenal parece cada vez mais afastado da luta pelas competições europeias, tendo perdido hoje em casa do Brighton por 2-1.

O costa-marfinense Nicolas Pepe até adiantou os ?gunners' aos 68 minutos, mas a formação da casa deu a volta ao marcador com golos de Dunk (78) e de Maupay (90+5).

O Arsenal está agora no 10.º lugar, depois de ter sido ultrapassado pelo Crystal Palace (9.º), que foi vencer nesta jornada a casa do cada vez mais aflito Bournemouth (18.º), com golos do sérvio Luka Milivojevic e do ganês Jordan Ayew, aos 12 e aos 23 minutos, respetivamente.

Por seu turno, o Leicester atrasou-se hoje na luta que trava com o Manchester City pelo segundo lugar da liga inglesa de futebol, ao empatar 1-1 na visita ao Watford.

Em Vicarage Road, os golos só surgiram no final do encontro, com o Chilwell a marcar aos 90 minutos para o Leicester e Craig Dawson a empatar para a equipa da casa, já em tempo de descontos, aos 90+3.

A equipa do defesa português Ricardo Pereira, que continua a recuperar de uma lesão num joelho, segue no terceiro lugar com 54 pontos, menos seis do que o City, de Bernardo Silva e João Cancelo, que na segunda-feira recebe o Burnley.

No domingo, o Liverpool, que segue destacado na liderança da Premier League com 82 pontos, joga no terreno do Everton, no dérbi da cidade dos Beatles.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.