Segundo o G1 e O Globo, Pelé deu entrada no hospital Albert Einstein, na cidade de São Paulo, onde já esteve internado noutras ocasiões devido ao cancro do cólon de que padece.

A informação foi confirmada por Kely Nascimento, que numa publicação no Instagram adiantou que o pai, de 82 anos, "está internado" e a "regular medicamento", sendo que o caso "não tem surpresa e nem emergência".

No entanto, fontes hospitalares confirmaram ao jornal O Globo de que este internamento não estava programado.

Até ao momento, não há uma explicação oficial para o internamento do ex-jogador nem foi apresentado um boletim clínico. A ESPN, contudo, avança que Pelé deu entrada com "um quadro de inchaço no corpo", assim como um edema generalizado e “insuficiência cardíaca descompensada”, além de ter-lhe sido feito um diagnóstico de confusão mental.

Mais preocupante, porém, é o facto de que a quimioterapia que Pelé tem feito não tem progredido na erradicação dos tumores presentes no seu corpo.

Pelé chegou ao hospital acompanhado pela mulher, Márcia Aoki, e por um cuidador, sendo a mesma instituição de saúde onde esteve internado em fevereiro durante duas semanas devido a uma infeção urinária.

A fragilizada saúde do tricampeão mundial (1958, 1962 e 1970) e antigo ministro do Desporto do Brasil, na equipa do presidente Fernando Henrique Cardoso, tem sido motivo de preocupação no país nos últimos anos, na sequência de várias hospitalizações.

Em 2019, Pelé, considerado por muitos o melhor jogador da história da modalidade, foi internado em Paris e depois transferido para São Paulo, devido a cálculos renais.

Nos últimos dias, Pelé mostrou-se ativo nas redes sociais, o seu meio de comunicação habitual, desejando sorte e acompanhando os jogos do Brasil no Mundial do Qatar.

Em Doha, o lateral-esquerdo Alex Telles participou numa conferência de imprensa após o treino da seleção brasileira e enviou uma mensagem de apoio ao maior astro da história do futebol brasileiro e aos seus familiares.

"Tratando-se do nosso Rei, é difícil falar. É um cara que dispensa comentários, que nos representa em todos os lugares do mundo. Só peço a Deus que possa abençoar a vida dele, que ele consiga cada vez mais, com a força dele, continuar forte com a gente. Queria só deixar um beijão para a família dele e dizer que vai dar tudo certo", disse o ex-lateral do FC Porto.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.