O esquiador sofreu com o frio ao ponto de terminar a prova de cross-crountry com... o pénis congelado.

O atleta finlandês, escreve a Reuters, precisou de uma bolsa térmica para descongelar essa parte do corpo, particularmente sensível.

Para evitar tanto frio, a organização dos Jogos reduziu o percurso de 50 quilómetros para 30 e atrasou a prova uma hora. Mas nem assim Lindholm conseguiu evitar ficar com o pénis congelado pela segunda vez na carreira – já havia conseguido numa prova em Ruka, na Finlândia, em 2021.

"Quando essa parte do meu corpo começou a aquecer, a dor era insuportável", afirmou à imprensa finlandesa e citado pela Agência Reuters.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.