Os helvéticos adiantaram-se com tentos de Djibril Sow, aos quatro minutos, e Eray Cümart, aos 37, mas, na segunda metade, Heriberto Tavares, aos 50, André Horta, aos 57, João Félix, aos 64, e Gil Dias, aos 90, materializaram a reviravolta.

A formação comandada por Rui Jorge ascendeu, provisoriamente, à liderança do agrupamento, com 13 pontos (seis jogos), contra 12 da Bósnia-Herzegovina (seis), que ainda joga hoje no Liechtenstein, e também 12 da Roménia (seis).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.