Entre janeiro e dezembro, o avançado do Tottenham disputou 35 encontros – Shearer cumpriu 42, há 22 anos – e marcou 36 golos, três deles, aos sete, 69 e 79 minutos, no triunfo de hoje no reduto do Burnley, onde os ‘spurs’ ganharam precisamente por 3-0.

O jogador de 24 anos ainda tem, porém, um jogo para ficar, a solo, com o recorde de golos num ano, o que acontecerá se, na terça-feira, faturar na receção ao Southampton.

“Estou consciente de ter igualado o recorde de Alan Shearer. Antes do jogo, tinha dito para mim próprio que podia marcar dois... com um jogo ainda por disputar com o Southampton”, disse Kane, acrescentando: “Veremos o que acontece no ‘Boxing Day’”.

Caso marque, Kane terminará como o melhor marcador de 2017, entre jogos de clube e de seleção, em igualdade com o argentino Lionel Messi (FC Barcelona) se apontar um e sozinho se conseguir, no mínimo, ‘bisar’.

O avançado do Tottenham soma, presentemente, os mesmos 53 golos do uruguaio Edinson Cavani (Paris Saint-Germain), do português Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e do polaco Robert Lewandowski (Bayern Munique), enquanto Messi totaliza 54, depois de hoje ter faturado no 3-0 ao Real Madrid, no Bernabéu.

Quanto ao recorde histórico de golos num só ano, esse não está ao alcance de Kane, pois, em 2012, Lionel Messi, quem mais, apontou nada mesmo do que 91 tentos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.